Prefeitura de Diadema

10 de outubro de 2008

Durante dois dias professores da rede municipal de ensino debateram sobre situações cotidianas da sala de aula

Por Claudia Mayara

Entre os dias 26 e 27 de setembro, a Secretaria Municipal de Educação realizou o “VII Encontro de Trocas Metodológicas de Diadema”. Por meio de mesas redondas, profissionais da rede municipal de educação e assessores especialistas nas temáticas que foram discutidas, trocaram experiências metodológicas realizadas em salas de aula com crianças, jovens e adultos.


O evento serviu para assessores e escolas compartilham experiências, concepções teóricas, metodologias e os professores revelarem o modo como trabalham o tema em sala de aula, apontando os desafios e avanços. A oportunidade possibilitou intensa troca de experiências e o aprendizado entre os educadores.

Através de temas como “Adaptação de material pedagógico para pessoas com deficiência visual”, “Agressividade e Impulso”, “Drogas e Educação”, “Ensino Fundamental de Nove Anos e a Política de Formação de Professores”, “Estresse Infantil, Escola e Família”, “Meio Ambiente”, “Desigualdade e Exclusão”, “Educação Inclusiva numa perspectiva das diferenças”, entre outros, o encontro reuniu cerca de 1.500 profissionais da educação de Diadema.

A diretora da Escola Municipal Mário Quintana, Cleusa Correia Campos Dias, foi uma das participantes. A escola apresentou um projeto sobre Meio Ambiente. “A partir do nosso projeto, acolhemos a comunidade, conseguirmos extrapolar os muros das escolas, trouxemos o povo para a escola e mostramos que a escola é um espaço de todos. Por isso, todos devem zelar por ela”, conta Cleusa.
 

Mário Quintana atende crianças de 0 a 6 anos  na Educação Infantil e alunos do EJA de 5ª a 8ª série, por isso, desde o início o projeto foi trabalhado de duas formas diferentes, respeitando a faixa etária de cada série. “Não é fácil trabalhar com dois grupos tão distintos um único tema. Mas conosco deu certo porque soubemos trabalhar com a especificidade de cada um”, explica a diretora.

Segundo a diretora, o Encontro de Trocas Metodológicas não serviu apenas para mostrar o projeto que a escola vem trabalhando, mas foi fundamental para ouvir as opiniões de outros profissionais da educação. “Tivemos muitas dicas de como prosseguir, de como divulgar. Tivemos incentivos para não desistir. As intervenções que vieram serviram para repensarmos muitas de nossas ações e analisar se estamos ou não no caminho certo”, comenta.

O encontro é um dos espaços de formação, oferecido pelo Departamento de Educação aos educadores, professores, coordenadores, agentes de serviço e membros do Conselho Escolar que contribui para consolidar a proposta curricular da rede municipal com a socialização dessas práticas desenvolvidas nas escolas.

Todas as atividades mostradas no VII Encontro de Trocas Metodológicas foram criadas com base nos eixos do currículo que são: Dignidade e Humanismo; Cultura; Democratização da Gestão; Formação para Formadores; as Diferentes Linguagens: Meio Ambiente e Educar/Cuidar.

Com isso, o encontro busca
revelar a sintonia das práticas da escola e da assessoria perante as propostas curriculares.
  Este ano, as atividades foram realizadas nos auditórios do Quarteirão da Saúde, da Fundação Florestan Fernandes, da RECAD, da Secretaria de Educação e na Escola Municipal Evandro Caiaffa Esquível. 
{joscommentenable}

Ir para o conteúdo