Prefeitura de Diadema

1 de dezembro de 2008

 Fotos: Marcos Lu/PMD
 
Alunos durante aula prática atendem a comunidade

                                                                  Por Ana Machado 

Na sala Àgua-Marinha o ar está perfumado com odores de óleos terapêuticos durante uma aula prática do curso de massagem clássica do Espaço Zen. Os alunos exercitam o aprendizado que tiveram nas aulas teóricas nos corpos dos próprios colegas. A carga horária também prevê atendimento à população.

“Recebi uma massagem pela primeira vez na minha vida e levitei”, se empolga Marta Carvalho Anami (41), uma das alunas de massagem clássica.



 “Para mim, este curso é um pontapé inicial e quero trabalhar com isso. A gente aprende tudo sobre o corpo e sai apto a fazer uma massagem”, garante.

E Marta já está com emprego garantido, em uma clínica que está sendo montada em São Paulo por um conhecido, além da disposição de trabalhar como voluntária em hospital. “É muito bom massagear uma pessoa, ajudá-la a relaxar e a ter confiança de que pode se sentir melhor”, acredita.O professor da modalidade, Regis Gerônimo Braga, informa que o curso torna os profissionais aptos a exercer a profissão e a atender clientes na forma adequada a um terapeuta.

São sensibilizados quanto à ética, postura com o cliente, forma de se vestir e se portar no ambiente de trabalho. “Além de aprender as técnicas, os alunos mudam sua qualidade de vida ao experimentar as vivências no próprio corpo”, diz. Conforme o professor, passam a prestar mais atenção sobre a qualidade da alimentação, a questão da atividade física e depois transmitem isso para os clientes. 

Na sala Esmeralda, uma outra turma participa de aula prática do curso de reiki, que significa energia cósmica universal. Conforme o professor Onofre Geraldo de Oliveira, a técnica é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde e não tem contra-indicação.  “O reiki equilibra o fluxo de energia em todo o organismo, aliviando o estresse e trazendo desbloqueio emocional”, afirma.

Após o curso Camile pretende trabalhar com as terapias naturais

Para Camile Alba P.Rodrigues (29), aluna de reiki, que também já cursou  shiatsu, a vocação de trabalhar com terapias naturais chegou depois que ela já havia se formado em biologia e feito o mestrado. Mesmo dando aulas, e cuidando das duas filhas, ela sentia-se frustrada.

“Ao iniciar o aprendizado das terapias naturais eu encontrei um caminho, amadureci, melhorei a auto-estima, me abri para uma nova possibilidade profissional e pessoal”, garante. E ela  está engajosa em realizar um projeto comercial que visa oferecer terapias naturais em empresas, para melhorar a qualidade de vida dos funcionários. 

De aluna a professora 

Atualmente em sua primeira atividade como professora de massagem clássica no Espaço Zen, Fernanda Reis Peterossi (50), cursou no local, em 2006 e 2007, todas as modalidades que eram oferecidas, Para ela, as terapias têm a ver com o mundo atual, onde há a necessidade do ser humano se voltar para si e se conhecer melhor.

Além de professora de massagem clássica, Fernanda trabalha como terapeuta em sua casa, atendendo nas modalidades que cursou, onde a mais procurada é a massagem clássica. ”Sinto-me realizada em todos os sentidos, de alma e profissionalmente”, declara. 

Terapias ao alcance da população 

A Fundação Florestan Fernandes, por meio do Espaço Zen, está contribuindo para que as terapias naturais sejam difundidas na cidade, tornando-se acessíveis à população, possibilitando a geração de renda para pessoas que estavam fora do mercado de trabalho e mesmo a mudança de opção profissional e realização pessoal. 

No Espaço Zen são oferecidos cursos como massagem clássica, shiatsu, reflexologia, cromoterapia, massagem relaxante, clássica, auriculoterapia, quick massage e reiki, com carga horária de 200 horas e o conteúdo mínimo estabelecido pelo MEC.

Ir para o conteúdo