Prefeitura de Diadema

16 de janeiro de 2013

Prefeito visita Fatec de Diadema e propõe criação de mais cursos no local

Por Iara Luz

O prefeito de Diadema visitou, na tarde desta quarta-feira (16/01), o prédio da Fatec Diadema – Luigi Papaiz, situada no Campanário. O encontro contou também com a participação do chefe de Gabinete, Adler Teixeira (Kiko), da diretora da Fatec Diadema, Lucinda Giampietro Brandão e da assessora técnica de Equipamentos – Unidade de Infra-Estrutura da Administração Central do Centro Paula Souza, Thais Regeane Kitzinger. Na ocasião, foi realizada a vistoria nas instalações da unidade de ensino. O chefe do executivo reiterou a cobrança, pela Prefeitura, da construção de espaços como cantina e anfiteatro, que integram parte do projeto que não foi executado pela empresa responsável da construção do prédio.

A Administração Municipal ouviu da diretora solicitações por melhorias na infra-estrutura da elétrica e da hidráulica do prédio, além de pedido para que as linhas municipais de ônibus 25, 26 e 38, que circulam em torno do quarteirão da Fatec, passem em frente à Fatec, para atender os alunos.

Mais cursos

O prefeito também irá propor ao Governo do Estado a ampliação de mais cursos para a Fatec Diadema. Hoje, Diadema conta com o Curso de Tecnologia em Produção de Cosméticos. “As instalações do prédio da Fatec comportam a criação de mais quatro cursos. Nosso objetivo é atuar com o Centro Paula Souza e o Governo do Estado para a vinda de novos cursos para a cidade”, disse.

Melhoria da capacitação – A nova Fatec foi instalada estrategicamente em Diadema, e contribui para a formação de mão-de-obra qualificada para atuar nas indústrias que compõem a cadeia produtiva do cosmético. O município concentra cerca de 10% dos fabricantes de produtos de beleza e de higiene pessoal do Brasil e o setor é um importante gerador de economia local e absorção de empregos.

Atualmente o Brasil é terceiro maior consumidor de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do mundo, perdendo somente para o Japão, em segundo lugar, e os Estados Unidos, campeão global.  Nos últimos 14 anos a taxa de crescimento nacional do setor foi de dois dígitos, numa média anual de mais de 10 %.

Vários parceiros – Para criar o primeiro curso público superior Tecnologia em Produção de Cosméticos em Diadema, o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, órgão do governo paulista responsável pelo ensino profissional no Estado, contou com a participação de empresários, da Prefeitura e da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

A Associação participou da elaboração do currículo, que inclui entre outras disciplinas, Química, Biologia, Controle Ambiental e Gestão da Produção. Já a Prefeitura de Diadema construiu a sede da faculdade investindo 4,6 milhões de reais. O Grupo Papaiz doou o terreno de 5.217 m² onde funciona a escola, que é gerida pelo Centro Paula Souza, autarquia estadual que administra todas as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e as Escolas Técnicas (Etecs).

A Fatec Diadema está localizada no bairro Campanário em prédio de três pavimentos com 4,7 mil m² de área construída. A escola possui 16 salas de aula, 11 laboratórios, biblioteca e nove banheiros (masculino, feminino e deficiente), além de elevador, dependências administrativas e de serviço.

Matrículas e boas vindas – Nos dias 21 e 22 de janeiro começam as matrículas dos 80 novos estudantes da Fatec Luigi Papaiz que vão cursar a graduação Tecnologia em Cosméticos.  As aulas iniciam em 4 de fevereiro próximo e para dar boas vindas aos calouros à direção da faculdade realizará palestras e outras atividades que buscam a integração dos alunos.

A Fatec de Diadema é a primeira escola pública a criar um curso superior na área do cosmético e para sua implantação o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, responsável pelo ensino profissional no Estado, contou com a participação de empresários, da Prefeitura e de entidades ligadas ao setor.

Com a nova turma de alunos, a faculdade, inaugurada em agosto de 2012, passa a ser frequentada por 160 estudantes.

{joscommentenable}

Ir para o conteúdo