Prefeitura de Diadema

29 de outubro de 2008

Nesta quarta-feira, (29) o prefeito de Diadema, José de Filippi Junior e a secretária da Assistência Social e Cidadania, Cormarie Guimarães Perez, participam em Brasília, no Palácio do Planalto, às 15h30, da cerimônia que premiará os vencedores da 2ª edição do prêmio Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM).



Diadema será agraciada pelo trabalho desenvolvido na Casa Beth Lobo, da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, que atende mulheres em situação de violência doméstica.

 

O município foi um dos 20 finalistas, entre oito governos municipais e 12 organizações da sociedade civil, que tiveram projetos considerados inovadores e escolhidos por um comitê técnico de especialistas dos ODM. Nessa edição inscreveram-se 1062 práticas, sendo 572 ONGs e 490 prefeituras. 

O Prêmio ODM Brasil tem a finalidade de incentivar ações, programas e projetos que contribuam efetivamente para o cumprimento das metas. Os vinte premiados foram escolhidos de acordo com critérios como: ser uma prática inovadora, possibilidade de tornar-se referência para outras ações similares; perspectiva de continuidade ou replicabilidade; integração com outras políticas; participação da comunidade; existência de parcerias; e manutenção da qualidade nos serviços prestados. 

 Diadema – O foco de Diadema foi o trabalho de prevenção da violência realizado pela Casa Beth Lobo com os projetos ‘Ciclos de Formação sobre Gênero e Raça’, Grupo de Teatro Agni, Projeto Saia da Crise: Crie, oficinas do Projeto “Masculinidade e Cidadania”, realizado com homens e os ‘Cursos de Promotoras Legais Populares’. 

Com esses projetos, a Casa Beth Lobo estimula o debate e a reflexão de temas sobre as relações de gênero e raça, o conhecimento dos direitos e das leis, o combate e a prevenção da violência, a divulgação e o acesso às políticas públicas e a formação de multiplicadores sobre essas temáticas na sociedade.

Essas práticas foram inscritas dentro do objetivo 3 das metas do milênio que é ‘Promover a Igualdade entre os Sexos e Autonomia das Mulheres’.  O Projeto também abrangeu o objetivo 1 que é ‘Erradicar a Extrema Pobreza e a Fome’. Buscando sensibilizar as mulheres para a perspectiva de geração de renda, a Casa Beth Lobo desenvolve oficinas de artesanato e reuniões sócio educativas que melhoram a auto-estima da mulher.  

A Casa Beth Lobo existe no município há 17 anos e atende mulheres em situação de violência doméstica, com atendimento social, psicológico, encaminhamento jurídico, aulas de ioga, atividades sócio-educativas e de prevenção da violência e promoção de ações para a geração de renda.

 

Prêmio – Durante a reunião da Cúpula do Milênio, realizada em Nova Iorque, em 2000, líderes de 191 nações oficializaram um pacto para tornar o mundo mais solidário e mais justo, até 2015. O sucesso desse grande projeto humanitário só será possível por meio de oito iniciativas que ficaram conhecidas como Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). 

 

Criar o prêmio no Brasil foi uma iniciativa do presidente Luis Inácio Lula da Silva na abertura da 1ª Semana Nacional pela Cidadania e Solidariedade, em 2004. Tem a finalidade de incentivar ações, programas e projetos que contribuam efetivamente para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). É coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, em parceria com o Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e com o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade. 

 

 

Ana Machado

Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

1 – Erradicar a extrema pobreza e a fome;

2 – Atingir o ensino básico universal;

3 – Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres;

4 – Reduzir a mortalidade infantil;

5 – Melhorar a saúde materna;

6 – Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças;

7 – Garantir a sustentabilidade ambiental;

8 – Estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

Ir para o conteúdo