Evento chega à sua 21ª edição e vai movimentar todas as regiões da cidade com atividades durante 30 dias; Negra Li e Zeca Pagodinho se apresentam em shows gratuitos


Reprodução/Facebook

Um mês inteiro de atividades para refletir, discutir, celebrar e comemorar as tradições, cultura e direitos da população negra. De 1º de novembro até o dia 2 de dezembro, a Prefeitura de Diadema realiza a 21ª edição da Kizomba – Festa da Raça. Kizomba é uma palavra do tronco linguístico banto, grande conjunto de línguas do grupo nigero-congolês oriental faladas na África. Da língua Kimbundo, uma das muitas faladas em Angola, significa festa. “Não a festa apenas de músicas e cantos, mas todas as celebrações que nutrem de energia, de alimentos, e também de músicas e cantos, todo o povo negro”, especificou a coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (CREPPIR), Marcia Damaceno.

A abertura oficial ocorre no dia 4 de novembro, em evento que será realizado no Centro Cultural Diadema (CCD) e terá a presença da Comunidade Negra do Campanário, grupo composto de mulheres negras que abrirá a exposição fotográfica com tema “Nossas Lutas Vem de Longe” e da cantora Negra Li. Dia 20 de novembro, data em que se comemora o Dia da Consciência Negra, a Praça da Moça recebe show do cantor Zeca Pagodinho. Até o dia 2 de dezembro, estão previstas diversas atividades como rodas de conversa, contação de história, oficinas, performances, feiras de variedades culturais, artísticas, artesanais e gastronômicas e shows musicais. 

“Atender toda a população com serviços públicos de qualidade é um compromisso da nossa gestão. E entender que cada grupo tem as suas especificidades, as suas necessidades, é o que faz do nosso governo humanizado”, citou o prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior. “Temos a CREPPIR, somos a única cidade do Grande ABCD que conta com um Plano Municipal Decenal de Promoção da Igualdade Racial, implementamos o ensino de história afrobrasileira e indígena no ensino fundamental com o programa Diadema de Dandara e Piatã e esse é o nosso jeito de governar”, concluiu.

Damaceno explica que mais do que uma festa com danças e músicas, a Kizomba é o momento de reabastecer de energia e pensamentos positivos a população negra, que lida diariamente com o racismo e a desigualdade. “Os primeiros negros que foram escravizados e enviados ao Brasil foram os bantus que predominavam em grande parte do continente africano, principalmente como grupo lingüístico. Os bantos se estendiam das regiões de Angola, Congos (Congo-Brazaville, República Democrática de Congo, Camarões e Moçambique) e foram distribuídos nas plantações e depois enviados para região sudeste, durante o ciclo do ouro”, detalhou Márcia.

“Kizomba-Festa da Raça é a celebração da luta de um povo, do ano todo, não apenas do dia 20 de novembro. É um encontro de culturas, de saberes, de troca, de fortalecimento que abastece nossos corpos e espíritos dando força para continuar resistindo para existir”, declarou. Marcia destacou que a troca de conhecimento das rodas de conversa, de todos os eventos, tem também um papel fundamental de empoderar as pessoas para que elas se reconheçam como negras a partir de um lugar de potência e resistência. “São momentos que ajudam as pessoas a despertar para o racismo cotidiano, para a desigualdade, e que as empoderam para cobrar os seus direitos por meio da organização e da luta”, concluiu.

Mila Maluhy

Confira a programação completa (sujeita a alterações)

1º DE NOVEMBRO

Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira

(R. Bernardo Lôbo, 263 – Vila Nogueira)

9h – Exposição Literária: “Você já leu literatura negra?”

Biblioteca Olíria de Campos Barros

(R.Graciosa, 300 – Centro)

14 – Histórias, Livros e Memórias

4 DE NOVEMBRO

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

(R.Graciosa, 300 – Centro)

19h – Abertura Kizomba – Festa da Raça com o Grupo Mulheres Negras do Campanário e a cantora Negra Li

Centro Cultural Diadema – Espaço Cândido Portinari

19h – Nossas lutas vêm de longe – exposição fotográfica de autoria de Adriana Horvath em parceria com o Creppir e a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres

Centro Cultural Diadema – Biblioteca Olíria de Campos Barros

19h – Roda de conversa ‘Maria Firmina dos Reis: O Poder da Palavra’ Com Ifè Rosa Oadq

5 DE NOVEMBRO

Fábrica de Cultura 

(R. Vereador Gustavo Sonnewend, Neto, 135 – Centro)

14h – Show musical com Mumu Oliveira com música “Banhar, de benzer e de rezar”

15h – Realeza Preta Periférica – Encontro de trancistas

15h – Show Musical “Sentir NA Pele” -MPQ versão acústica com Gabi d’Oyá  e Gustavo Bispo

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

16h – Procurando Luiz – Com o Grupo Cena Teatral

Centro Cultural Serraria

(R. Guarani, 790 – Vila Conceicao)

16h – Baile da Bicharada – Grupo Carimbó é o Bicho

7 DE NOVEMBRO

Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira

10h e 14h – Abayomi: uma história para conhecer, construir e brincar com Bruna Vitorino

Núcleos do programa Adolescente Aprendiz

Atividades temáticas realizadas por educadores e adolescentes do programa nos horários das turmas

7 A 10 DE NOVEMBRO

Escolas do Ensino Fundamental da Rede Municipal

Atividades realizadas pelos professores designados do Programa Diadema de Dandara e Piatã

8 DE NOVEMBRO

Centro Cultural Vladimir Herzog e Biblioteca Paineiras

(R. Eduardo de Matos, 159 – Campanário)

19h – Baile Show – Especial Samba-Rock com Dj Guila e Prof. Eliseu

9 DE NOVEMBRO

Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira

13h – Dia de Estética e Fotografia Negra com o Fotógrafo Marco Aurélio

Centro de Formação Carlos Kopcak – Biblioteca Afro-indígena

(R.Manoel da Nóbrega, 155 – Centro)

14h às 16h – Historinhas Pretas – Ouvindo Histórias e Jogando- Contação de histórias para turmas da rede municipal de ensino.  As escolas devem se inscrever previamente.

Casa da Música

(Av.Alda, 255 – Centro)

19h – Histórias do Jazz – As melhores e mais importantes histórias do jazz não te foram contadas – Grupo Santa Jam Vó Alberta

10 DE NOVEMBRO

Centro Cultural Taboão

(Av. Dom João VI, 1393 – Taboão)

19h – Exposição Senzala com a artista plástica Geni

19h30 – Batuque Abayomi com direção de Toninho Miranda

Praça da Moça

19h – Cultura na Feira – Batuques Lá de Casa

11 DE NOVEMBRO

Centro de Formação e Educação Integral Paineiras

(R. Javarí, 647 – Taboão)

14h – Baile Black da Terceira Idade – Programa Ação Compartilhada

Centro Cultural Vladimir Herzog e Biblioteca Paineiras

19h – Sarau Misturando Raízes: Cultura Negra com com Alex Silva e Bruno Eugênio

Fundação Florestan Fernandes

(Alameda da Saudade, 186 – Conceição)

Cine debate para todas as turmas com o tema da Consciência Negra (dentro do horário das aulas, apenas para estudantes dos cursos)

Centro de Formação Carlos Kopcak

(R.Manoel da Nóbrega, 155 – Centro)

20h – Cadê Salomé? A mulher e o feminino na musicalidade da capoeira e do hip hop com participação de Gabi d’Oyá

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

20h – Banda Segundo de Paz

12 DE NOVEMBRO

Centro Cultural e Biblioteca Canhema – Casa do Hip Hop

(R. Vinte e Quatro de Maio, 38 – Canhema)

13h – Hip Hop em Ação – Dia Mundial do Hip Hop

Fábrica de Cultura

16h – Realeza Preta Periférica – “Diversidade, Inclusão e Quebra de Padrões Na Moda” – roda de conversa com estilista Isaac Silva e convidadas/os como Nenê Surreal e Jerona Ruyce

Centro Cultural Heleny Guariba

(R.Barão de Uruguaiana, 87 – Jardim Ruyce)

18h – Roda de samba – Grupo O Batuque Saiu da Cozinha

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

13h – Feira Feira – Variedades Culturais, Artísticas, Artesanais e Gastronômicas

14h – 1° Festival de Cantigas Ajoio Orin

13 DE NOVEMBRO

Centro Cultural Taboão

19h – Show de samba com Márcio Gana & Gang do Chapéu

Centro Cultural Serraria

19h – Teatro adulto Pedro e o Capitão – Com Meirinho Mendes e Dionísio Caminha ¨Kiluanji.

16 DE NOVEMBRO

Centro de Formação Carlos Kopcak – Biblioteca Afro-indígena

14h às 16h – Histórinhas Pretas – Ouvindo Histórias e Jogando- Contação de histórias para turmas da rede municipal de ensino. As escolas devem se inscrever previamente

Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira

16h – Clube de Leitura Leia Mulheres Diadema com a obra “Hibisco Roxo”, de Chimamanda Ngozi Adichie

17 DE NOVEMBRO

Fundação Florestan Fernandes

Cine debate para todas as turmas com o tema da Consciência Negra (dentro do horário das aulas, apenas para estudantes dos cursos)

Centro Cultural Taboão

19h30 – Show Caminhos – Beto Criolo e Banda – Beats de rap-jazz, legítimos boonbaps, com batidas pesadas e timbres suaves de piano, intercalando com guitarras, metais e baixo acústicos e elétricos, além de samples

Centro de Formação Carlos Kopcak 

20h – Roda de conversa ‘Personalidades pretas que fizeram história’ 

18 DE NOVEMBRO

Fundação Florestan Fernandes

Cine debate para todas as turmas com o tema da Consciência Negra (dentro do horário das aulas, apenas para estudantes dos cursos)

Centro de Formação Carlos Kopcak 

8h às 17h – Pretas da Casa Socialização de Práticas – Evento com inscrições para educadores do Adolescente Aprendiz, Articuladores do Mais Educação, Professores de Redes Municipal, Estadual e Universidades

Centro de Formação Carlos Kopcak 

20h – Roda de conversa ‘Personalidades pretas que fizeram história’ 

Centro Cultural Nogueira

(R. Marcos de Azevedo, 240 – Vila Nogueira)

19h – Homenagem aos Mestres com Grupo Veteranos da Capoeira

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

20h – Espetáculo de Dança Pindaúna com a Cia. Sacana

Centro Cultural Diadema – Biblioteca Olíria de Campos Barros

19h – Clube de Leitura Leia Mulheres Diadema com a obra ‘Hibisco Roxo’, de Chimamanda Ngozi Adichie

19 DE NOVEMBRO

Praça PEC Ceu das Artes

(Av. Afonso Monteiro da Cruz, 254 – Jardim Uniao)

15h – Vivência Cultural de Capoeira com Rodrigo da Escola Massapê

17h – Trança Afro e Workshop com Gabe Imani

Centro Cultural Vladimir Herzog e Biblioteca Paineiras

15h – Roda de Samba com o grupo Notícias Populares

Centro Cultural Heleny Guariba

18h30 – Show Caminhos – Beto Criolo e Banda – Beats de rap-jazz, legítimos boonbaps, com batidas pesadas e timbres suaves de piano, intercalando com guitarras, metais e baixo acústicos e elétricos, além de samples

Centro de Memória de Diadema

(Av.Alda, 255 – Centro)

19h – O ‘Choro no Memória’, encontro de chorinho, terá como tema ‘O negro na música brasileira’

20 DE NOVEMBRO

Praça da Moça

16h – Show de samba com Dentinho de Oxóssi e Caco Oliveira

20h – Show com Zeca Pagodinho

21 DE NOVEMBRO

Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira

10h e 14h – Contação de história especial Mês da Consciência Negra – A nova literatura infantil promove uma visão ‘decolonial’, inclusiva e positiva dos corpos e narrativas negras, demonstrando que crianças podem amar seu cabelo, sua cor, seus traços e serem quem quiser nas histórias. Nessa contação, serão abordadas obras e autores que trabalham essas temáticas.

22 de NOVEMBRO

Centro Cultural Nogueira

10h – História, Movimento e Visibilidade – palestra com Wilson Levy, ativista racial, membro de vários coletivos do movimento negro em Diadema

23 DE NOVEMBRO

Centro Cultural Okinawa do Brasil
(Av. Sete de Setembro, 1670, Centro)

9h às 12h – I Seminário Sawabona e Shikoba com a participação da ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) Matilde Ribeiro

Centro de Formação Carlos Kopcak 

14h às 16h – Histórinhas Pretas – Ouvindo Histórias e Jogando- Contação de histórias para turmas da rede municipal de ensino. As escolas devem se inscrever previamente

Centro Cultural, Biblioteca e Cine Eldorado

(Av. Frei Ambrósio de Oliveira Luz, 41 – Eldorado)

19h – Oficina Corpo Território com Rose Maria

Centro Cultural Heleny Guariba

15h – Contação do conto ‘O Pequeno Príncipe Preto’ com Fernanda Anastácia

24 DE NOVEMBRO

Biblioteca Santa Luzia

(R. Martins Fontes, 110 – Taboão)

11h – Nas águas de Nanã: um mergulho afro-poético na ancestralidade das palavras

Centro Cultural Nogueira

14h – Jam Session – Graffiti e roda de b’boys e b’girls

Centro Cultural Heleny Guariba

15h – Roda de conversa ‘Racismo no Brasil, necessário falar sobre letramento racial’ com Regina Lucia dos Santos, do Movimento Negro Unificado

Centro Cultural Diadema – Biblioteca Olíria de Campos Barros

15h – Roda de conversa ‘20 de Novembro: Celebração, Luta e Memória’, com Bruna Vitorino

Praça da Moça

19h – Cultura na Feira – Apresentação do sambista Mumu de Oliveira

25 DE NOVEMBRO

Câmara Municipal de Diadema

(Av. Antônio Piranga, 474 – Centro)

19h – Entrega da Medalha Legislativa Zumbi e Dandara

Centro Cultural Diadema – Espaço Cândido Portinari

19h – Performance Escassez com Levi Minga

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

20h – Show Flores e Lanças de Netão com a participação especial de Ana Cacimba, Beto Criolo e Magno Santos

26 DE NOVEMBRO

Praça PEC Ceu das Artes

16h – Roda de samba com o grupo Antigas Escrituras e Valmir e convidados

Centro Cultural e Biblioteca Canhema – Casa do Hip Hop

16h – Baile de Samba-Rock coordenação Héllen Bonifácio

Centro Cultural Nogueira

14h – Diadebantu – Tarde de Vivência na Cultura Bantu com Tata Tumbelenam e o contramestre de Capoeira Angola, Pingo

27 DE NOVEMBRO

Centro Cultural, Biblioteca e Cine Eldorado

16h – Roda de samba com Alex Fernandes e convidados

18h – Roda de samba com Tatá Lima

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

17h – Apresentações das Oficinas Cultura Dá Samba

28 DE NOVEMBRO

Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira

14h – Lançamento de livro e bate-papo com a escritora Flávia Pimenta

Centro Cultural Serraria

10h – Mediação de Leitura e Fruição Musical – A Música da África, com Sidival Siqueira

19 – Roda de samba Resenha dos Sujos
(R. Sebastião Fernandes Tourinho, 286 – Vila Nogueira)

29 DE NOVEMBRO

Live Sabor da Cultura

Transmissão no Instagram da Secretaria de Cultura – @sec.culturadiadema

Convidados especiais vão apresentar um dos pratos típicos da cultura negra, a feijoada

Texto: Aline Melo
Fotos: Divulgação