Prefeitura de Diadema

18 de novembro de 2008

A magia do circo começa na realização de espetáculos capazes de inebriar idosos, encantar crianças e resgatar nos adultos a alma infantil. O princípio do sucesso está na determinação do artista de errar, cair, persistir e finalmente conseguir fazer aquele movimento tão esperado.

Ser artista de circo não é fácil, pois exige muito treinamento, disciplina e dedicação dos profissionais que sobem no picadeiro. E é pensando na formação desses artistas circenses, que Diadema inaugura no dia 25 de novembro, às 14h, o primeiro Circo Escola da região do Grande ABC.

O espetáculo de abertura contará com a presença de artistas profissionais de várias companhias, como do Circo Spacial, Circo Stankovich, Academia Brasileira de Circo, Circo Roda Brasil e a participação do Grupo Tapias Voadores. No total, o espaço pode acomodar 1.200 pessoas.

A lona ocupa 1.200 m² de área construída, possui quatro mastros, banheiros, escritório, picadeiro e cadeiras. “As oficinas precisam de espaço, por isso, no lugar de arquibancadas, escolhemos cadeiras, pois elas podem ser empilhadas. O local é um espaço educativo, mas não queremos perder as características de circo”, explica Viviane Tapia, orientadora pedagógica dos cursos de circo.

No dia na inauguração, ao lado da lona principal, estará montada uma tenda de 400 m²  onde as crianças, participantes das oficinas circenses realizadas nos centros culturais e escolas municipais da cidade, receberão gratuitamente balões, maçã do amor, pipoca, algodão doce, nariz de palhaço e ainda poderão realizar pintura facial.

O Circo Escola de Diadema é resultado da parceria entre a Secretaria de Cultura com o Grupo Tapias Voadores. A companhia custeou os equipamentos e a estrutura, como a lona, luzes, som e em contra partida a Prefeitura cedeu o terreno e irá custear a contratação dos professores e monitores das oficinas.  

As oficinas – As aulas de circo são realizadas há sete anos na cidade, em quatro centros culturais. No total, são cinco turmas diferentes, sendo uma voltada ao público jovem e adulto e as demais destinadas para crianças entre 7 e 12 anos. Na proposta inicial cada turma teria no máximo 25 alunos, mas com a popularização das oficinas e o aumento da demanda, esse número ficou cada vez mais difícil de manter.

“Os centros culturais ultrapassam esse limite, por causa da procura da população. Tem pais que vêm pessoalmente durante as aulas para conversar conosco e ver se conseguem encaixar os filhos no curso”, conta Viviane. Com a inauguração do Circo Escola as vagas para as aulas circenses dobrará. Hoje são atendidas 200 pessoas nos centros culturais.

Inicialmente, o Circo terá 400 vagas, que poderão ser ampliadas de acordo com a demanda. Para a orientadora pedagógica, as aulas de circo têm uma importância significativa no desenvolvimento físico e motor das crianças, o que para ela explicaria o aumento da demanda e valorização dessa arte.

“Não é só lazer, não é só brincar. Todos os movimentos trabalham o desenvolvimento infantil. Sem contar que as oficinas mexem com questões como a sociabilidade, o relacionamento, a agressividade, a auto-estima, a confiança, o medo, o trabalho em grupo, a higiene e o cuidado com o corpo”, enfatiza. 

Wesley Barreto (14) freqüenta as aulas de circo da cidade há sete anos, sua especialidade é perna-de-pau, monociclo e palhaço. Atualmente está aprendendo a fazer malabares e trapézio. “Adoro fazer as aulas aqui, tem muitas oficinas por aí que as pessoas tem que pagar. Aqui tudo é de graça. Pretendo me especializar e um dia ter o meu próprio circo”, fala. 

No final de cada ano, o ambiente de aula se transforma em um verdadeiro circo, com direito a picadeiro, apresentador e fantasias. Os professores juntamente com os alunos montam um espetáculo circense. Cada aluno apresenta durante o evento suas habilidades desenvolvidas durante as aulas.“É nesse momento que percebemos que eles são verdadeiros artistas”, se orgulha Viviane.

 

Claudia Mayara 

 

Serviço 

Circo Escola Diadema – Av. Afonso Monteiro da Cruz, 263, Praça Jardim União.

Data de inauguração: 25 de novembro, a partir das 14h30.

Ir para o conteúdo