Publicado em 25/11/2022

Campanha busca a reeducação de homens condenados por violência contras as mulheres

O 25 de novembro é o Dia Internacional de Erradicação da Violência contra a Mulher. Para celebrar a data e renovar o compromisso com essa causa, a Prefeitura e a Câmara de Vereadores se somaram na “Campanha do Laço Branco – Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher”. O evento foi realizado no plenário do Legislativo Municipal e transmitido pelas redes sociais da própria Casa.

Além de alusão à data mundial, o encontro destacou e debateu a nova Lei Municipal nº 4.279/2022, de autoria do Vereador Josa Queiroz, que autoriza a Secretaria de Segurança Cidadã de Diadema, por meio do Serviço de Mediação de Conflitos, a assumir a reeducação de homens condenados por violência contra mulheres.

Com esse amparo legal, a Mediação de Conflitos implementou recentemente o GRHOM (Grupo Reflexivo de Homens) do Projeto DIAMAR (Diálogos Masculinos Restaurativos de Diadema). Responsável técnico do novo trabalho, o mediador Reginaldo Bombini reforça o questionamento do coletivo: “Que tal juntos refletirmos e desconstruirmos o machismo em nós mesmos e ressignificarmos a nossa masculinidade de forma não violenta?”.

Segundo Bombini, o GRHOM é uma ação de baixo custo e altamente eficiente no que tange a recuperação dos homens agressores. “O Grupo Reflexivo de Homens é um sonho antigo que agora aconteceu e surge para somar-se à rede de proteção, sendo mais um serviço importante com objetivo de descontruir machismo e construir masculinidade saudável. Enfim, é uma política pública de cuidado restaurativo e não encarcerativa que inclui homens na rede de cuidados”, explicou Bombini.

Ato solene

A sessão reuniu representantes da Prefeitura, Câmara Municipal e sociedade civil. Já a mesa principal foi formada pela vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Patty Ferreira; presidente da Câmara e vereador Josa Queiroz; secretários municipais Benedito Mariano (Segurança Cidadã) e Márcia Barral (Assistência Social e Cidadania); Cleone Santos (Coordenadoria da Mulher); Amanda Bezerra dos Santos (Casa Beth Lobo); Reginaldo Bombini (Mediação de Conflitos); a GCM 1ª Classe Luta (Patrulha Maria da Penha de Diadema); vereadores Lilian Cabrera e Reinaldo Meira; e a delegada titular Renata Cruppi (Delegacia de Defesa da Mulher de Diadema).
Todos os convidados especiais da mesa destacaram em seus discursos que a voz de Diadema é uníssona na defesa dos direitos da mulher e no combate à violência e ao machismo. Todas têm direito de viver sem violência e ter sempre garantido o acesso ao respeito, saúde, educação e dignidade.

“O número de mulheres referenciadas na Casa Beth Lobo cresceu absurdamente. Precisamos atualizar e modernizar nossas políticas públicas para enfrentar essa situação”, afirmou a secretária Márcia Barral.

Feminicídio

Outro problema apontado no encontro é que o Brasil é um dos cinco países campeões de feminicídio. No que depender do município, o combate a essa questão será intensificado. “A Prefeitura já está contratando mais 100 guardas civis, sendo 50 homens e 50 mulheres. Com isso, vamos reforçar as equipes da Patrulha Maria da Penha para dar mais proteção às mulheres com Medida Protetiva”, informou o secretário Benedito Mariano.

Para a delegada Renata Cruppi, a luta contra a violência e o feminicídio é árdua. “Naquilo que depender da equipe da Delegacia de Defesa da Mulher de Diadema seremos sempre rígidos e incisivos”, afirmou. A policial também destacou a importância da nova legislação municipal que levou à criação do Grupo Reflexivo de Homens. “Parabéns, à iniciativa. É importante investir na reeducação dos homens para que não sejam violentos em seus futuros relacionamentos”, finalizou a delegada.

Finalizando o ato e a cerimônia, o presidente da Câmara, Josa Queiroz, também parabenizou a Prefeitura no combate à violência contra a mulher, destacando a reeducação dos homens agressores. “Não adianta a cidade ter boas leis se o Poder Executivo não investir para essa nova legislação acontecer de fato e ser de todos e todas”, disse Josa.

INFORMAÇÕES:
Secretaria de Segurança Cidadã (Serviço de Mediação de Conflitos)
e-mail: mediacao.conflitos@diadema.sp.gov.br
telefones: 4044-0255 e 4044-0244

Texto: Marcos LUiz
Foto: Igor Andrade