Prefeitura de Diadema

7 de abril de 2015

Visando melhorar os procedimentos de manipulação dos…

 

Por Ricardo Cassin

 

Visando melhorar os procedimentos de manipulação dos alimentos, em especial dos pescados, e garantir a qualidade dos produtos comercializados nas feiras livres de Diadema durante a Semana Santa, a Secretaria de Segurança Alimentar capacitou 10 feirantes do setor, no último dia 30 de março.

No curso, fornecido pela equipe do Programa de Educação Alimentar e Nutricional de Diadema (Peand), foram abordados os seguintes temas: cuidados com os pescados, como conservar os peixes, como evitar contaminação, além dos tipos de doenças transmitidas pelos alimentos, a importância da higienização da barraca e do local de manejo. Desde quando foi criado em 2010, aconteceram 125 cursos de Manipulação de Alimentos, atingindo 1.338 mil pessoas.

Para o comerciante Cícero Martins de Souza, que participou da capacitação pela quarta vez, “o curso é uma oportunidade para quem nunca aprendeu os procedimentos de manuseio dos peixes”, destaca.

Em época de crise e dolár alto, o bacalhau, tradicional prato na Semana Santa, muitas vezes é trocado por pescados mais em conta. Por isso, os feirantes investem em outras espécies de peixes e oferecem outras opções para o cliente. “Os peixes mais vendidos nessa época são a tilápia, a corvina e a pescada. O gasto é alto, mas o retorno compensa. Acredito que as vendas subam em 100% nessa época do ano em relação a outros meses’’ acredita o comerciante Fernando Francisco, outro participante do curso.

Ao todo, são dez pontos de vendas espalhados pela cidade. O funcionamento acontece às quartas, quintas e sextas-feiras, das 10h às 18h. São eles:

 

1 – Taboão – Avenida Paranapanema (praça em frente ao Extra);

2 – Canhema – Rua Santa Efigênia, esquina com Dom João VI;

3 – Centro – Praça Lauro Michels, esquina com Avenida Fábio Eduardo Ramos Esquivel;

4 – Jardim Rosinha – Praça Arnaldo de Farias, Rua Gaspar Ricardo com Rua Ida Espagiari Martins;

5 – Serraria – Praça no início da Estada do Rufino, próximo ao antigo NAP Serraria;

6 – Jardim Marilene – Praça do Jardim Marilene, próximo à Escola Frade Monte;

7 – Promissão – Rua Antônio Cardoso de Barros, esquina com Avenida Pau do Café, ao lado do Centro Cultural;

8  – Eldorado – Rua Frei Ambrósio de Oliveira Luz, esquina com Rua João Antônio de Araújo.

9 – Eldorado – Rua Frei Ambrósio de Oliveira Luz (em frente ao Centro Cultural do Eldorado);

10 – Vila Nova conquista – Av. Pres. Juscelino – Vl. Santa Maria,

Diadema “C”.

 

Serviço

Secretaria de Segurança Alimentar

Rua Amélia Eugênia, 397 – Centro

Telefone: (11) 4057-8001

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Ir para o conteúdo