Publicado em 29/11/2022

Medida valoriza servidores públicos e aumenta poder de compra para as festas de fim de ano

A administração de Diadema decidiu antecipar o calendário de pagamento dos salários dos servidores em dezembro, inclusive a última parcela do 13º salário. Medida adotada pela Prefeitura para valorizar o funcionalismo e também para ajudar os servidores nas compras de fim de ano.

O 13º salário será depositado no dia 7 de dezembro (estava programado para o dia 20 de dezembro). Outra antecipação será com relação ao salário de dezembro. Em vez do dia 30, a transferência será executada no dia 22 de dezembro. O pagamento do adiantamento permanece para o dia 15 de dezembro.

“Esta Administração sempre valoriza o servidor público e a antecipação do 13º salário e do salário do dia 30 é um agradecimento também por toda dedicação que os nossos servidores têm com Diadema”, disse o prefeito José de Filippi Júnior.

CONQUISTAS
Neste ano, os reajustes implementados pela Prefeitura nos salários e nos Benefícios do funcionalismo resultaram num reajuste de 17,15%, na média, dos valores totais recebidos pelos servidores, o que foi o maior percentual médio aplicado na região do ABCD. Esse número envolveu, a incorporação de R$ 150 (março/22) para todas as categorias, o aumento salarial de 7,12% (julho e outubro/22), acréscimo de 35,3% (maio, julho e outubro/22) nos vales alimentação e refeição. Além disso, o servidor contou com abono de R$ 600 em duas parcelas (janeiro e fevereiro/22).

Outras conquistas obtidas pelo funcionalismo estão a implementação do Plano de Carreira da GCM (Guarda Civil Municipal), a aplicação do Piso Salarial Nacional aos Agentes Comunitários de Saúde e a elevação do Piso Salarial Municipal com o aumento dos vencimentos dos nossos Agentes de Cozinha I.

Também é preciso destacar a expressiva convocação de novos servidores públicos por meio de concurso público e o reequilíbrio das contas do IPRED, o Instituto de Previdência do Servidor de Diadema, que corria sério risco de insolvência e poderia prejudicar drasticamente todo o funcionalismo da ativa bem como os aposentados.

Texto: Raphael Rocha
Foto: Dino Santos