Prefeitura de Diadema

31 de outubro de 2008



Para o Dia de Finados, o Cemitério Municipal terá dois horários de missas: às 9h e às 15h. Ela será celebrada em conjunto pelas sete paróquias católicas de Diadema. Nesse dia, estima-se que 25 mil pessoas visitem o cemitério.

O trânsito será interditado pela Secretaria de Transportes das 8 às 17 horas, horário de funcionamento do Cemitério, na Alameda da Saudade entre a rua Manoel da Nóbrega e Avenida Ulysses Guimarães. 

O local também contará com o trabalho dos profissionais da Vigilância Epidemiológica para orientar sobre a prevenção contra o mosquito Aedes aegypti, com a distribuição de folhetos informativos fornecendo dicas de como evitar a dengue. “Nossas equipes de manutenção eliminam diariamente todos os focos existentes no local”, afirma Armelindo Lopes Santana, administrador do Cemitério Municipal. O Cemitério conta com uma empresa para o controle de pragas.

Outras equipes estarão de plantão para garantir o conforto e segurança dos visitantes, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), SANED, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Civil e Corpo de Bombeiros.

A frota de ônibus que circula no entorno do cemitério trabalhará com seu efetivo normal. Confira as linhas que atendem os cemitérios de Diadema no Dia de Finados: Cemitério Municipal – 20 DP – Term. Piraporinha / Ter. Diadema; 22 DP – Term. Piraporinha / Ter. Diadema; 32 D – Jd. Sapopema – Terminal Diadema; 33 D – Term. Eldorado – Term. Diadema; 34 D – Term. Eldorado – Term. Diadema. Cemitério da Paz (Eldorado) 11P – Vila Paulina/Term. Piraporinha e 31 DP – Vila Paulina /Ter. Diadema. 

O investimento no valor de R$ 120 mil está sendo feito pela Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Defesa Social, no Cemitério Municipal de Diadema. Além de diversas obras, dois dos quatro blocos do cemitério vertical agora contam com um sistema de exaustão de gases, em que o ar é filtrado e devolvido limpo ao meio ambiente. A entrega de todo o sistema está previsto até o final do ano. O mesmo sistema já é utilizado em outros cemitérios verticais do país, como Guarulhos, Osasco, Santos e Curitiba.

Desde 2006, várias obras já foram realizadas no complexo do Cemitério Municipal. Foi realizada a reforma do Ilê – espaço para cultos afros -, cobertura dos cruzeiros e acendedores de velas, instalação de grades protetoras, entre outros. Na parte administrativa, foram instalados ventiladores de teto, bebedouros, móveis novos, informatizada a área administrativa, integrando as atividades do cemitério com as do Serviço Funerário, e criadas seis salas de velório, uma capela ecumênica e banheiros.

Agora, os funcionários contam com novos refeitórios, vestiário, armários, guarda-volumes, novas divisórias e equipamentos para agilizar o trabalho do setor administrativo. Nas obras de infra-estrutura, a Prefeitura investiu R$ 25 mil.  

Heitor Bisi

 

Ir para o conteúdo