Prefeitura de Diadema

13 de fevereiro de 2013

Sem desfile de escolas de samba, mas com segurança e participação dos moradores da cidade, Diadema realizou seu carnaval com muitas marchinhas e apresentações das baterias

Por Iara Luz
 
Sem desfile de escolas de samba, mas com segurança e participação dos moradores da cidade, Diadema realizou seu carnaval com muitas marchinhas e apresentações das baterias das agremiações no palco montado na av. Dr. Ulysses Guimarães. Cerca de 15 mil pessoas estiveram na avenida durante as sete horas de evento e também autoridades, secretários municipais e convidados.
 
Às 22 horas o prefeito Lauro Michels fez abertura oficial do evento recebendo a Corte do Carnaval e convidando a todos a se divertir e a ter um carnaval de paz. O prefeito fez balanço de 35 dias de governo e ressaltou que em 2014 o município terá um carnaval diferente. “O ano que vem é compromisso nosso, junto a escolas de samba, realizarmos o desfile e vamos fazer uma grande festa”, disse.
 
Os festejos começaram com a coroação do Rei Momo José Carlos Eleutério e da Rainha do Carnaval Lucília Gonçalves. Depois foi feita a entrega das faixas para a Primeira Princesa Valdelice Pereira, ao Cidadão e Cidadã do Samba Marcos Antonio Cipriano e Maria Lourdes de Souza, ao Embaixador do Samba Carmelo Nascimento, e ao Guardião da Corte Jurandir de Souza. Em seguida o bloco Axé Afoxé Odara fez sua performance e depois vieram às apresentações das baterias das 11 escolas de samba, entremeadas pelas famosas marcinhas de carnaval sob o comando do DJ Feju.
 
A primeira bateria a se apresentar foi da escola Raposo do Campanário e o público já começava chegar com mais intensidade na avenida. Em seguida veio à bateria da Eldorado Estação do Samba executando sambas de Adoniran Barbosa, Waldir Azevedo e Jorge Aragão que chamou muito atenção dos foliões.
 
Quando a bateria da Estopim da Fiel Torcida, terceira a tocar, fez sua apresentação um número grande de pessoas já tomava conta de toda a Dr. Ulysses. Prosseguindo as apresentações passam pelo placo do carnaval as baterias das escolas Unidos do Santa Cruz, Fantasia e Realidade, Unidos da Vila Alice, Pleiteante Faculdade, Unidos da Vila, Unidos da Vila Nogueira, Unidos do  Serraria e Mocidade Independente do Jardim Inamar.
 
Infraestrutura – Para garantir comodidade aos foliões no carnaval de Diadema, a Prefeitura empregou todos os recursos possíveis. Além da iluminação da avenida, fiscalização na venda de comes e bebes em 27 barracas à disposição do público, ficaram de prontidão para casos de emergências ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e equipe médicas. Também foram distribuídas cerca de 20 mil camisinhas e realizadas orientações sobre sexo seguro e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.
 
Reservatórios de água potável foram disponibilizados em vários pontos da via, banheiros químicos e, para fazer a segurança do local, o Município contou com o auxílio da Polícia Militar e integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM). Todo um sistema de trânsito foi estabelecido nas cercanias da Av. Dr. Ulysses e para ter acesso à festa todas as pessoas passaram por revista.
{joscommentenable}
Ir para o conteúdo