Prefeitura de Diadema

13 de abril de 2015

Com o slogan “Dengue é uma doença grave! Proteja sua família…

 

Por Renata Nascimento

 

Com o slogan “Dengue é uma doença grave! Proteja sua família. Comece a fazer o que você já sabe!”, a Prefeitura de Diadema realiza uma campanha educativa contra a dengue. Para isso, foram instalados outdoors em 40 pontos principais da cidade e estão sendo distribuídos cartazes e folhetos sobre os cuidados a serem adotados para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. A divulgação também acontece em redes sociais e com a utilização do carro de som desde o início de abril.

A campanha é uma aliada ao trabalho desenvolvido pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da cidade e intensificado após o aumento do número de casos de dengue na região. Dentre as ações estão visita casa a casa, orientação aos moradores, aplicação de larvicida e monitoramento periódico em locais estratégicos como ferro-velho, borracharias, cemitérios, entre outros.

Quando há um caso suspeito de dengue, a equipe do CCZ vai até a residência do doente para checar a situação e aplicar larvicida no local e nas demais casas da rua. Ao todo, mais de 4.800 moradias já receberam o bloqueio desde o início do ano.

Além disso, em março, foram realizadas mais de 1.300 nebulizações em residências do Núcleo Habitacional (NH) Nova Conquista, Vila São José e Nogueira, na região leste da cidade, onde há grande densidade demográfica e casos confirmados da doença. 

Os temas abordados na campanha são criadouros do mosquito, caixas d’água e outros reservatórios, sintomas e ações a serem adotadas. Dentre as principais orientações estão: fechar bem a caixa d’água evitando qualquer forma do mosquito entrar; lavar, semanalmente, pratos de plantas e bebedouros com bucha e sabão para eliminar os ovos do mosquito; retirar água acumulada de obras e lajes; garrafas devem ficar viradas com a boca para baixo e pneus, que não estejam sendo utilizados, devem ficar em locais cobertos ou que não possibilitem a entrada de água de chuva.

Prontidão

Os principais sintomas da dengue são febre, forte dor de cabeça e atrás dos olhos, moleza e dores no corpo, manchas avermelhadas pelo corpo, náuseas e vômitos. Caso apresente alguns desses sintomas, procure um serviço de saúde, tome bastante líquido e não faça uso de medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (AAS).

Nos três primeiros meses de 2015, foram notificados 1.507 casos suspeitos da doença. Desses, 438 foram confirmados, sendo 364 autóctones (contraídos no município), 70 importados e quatro aguardam investigação para saber o local provável de infecção.

 

Serviço:

Centro de Controle de Zoonoses (CCZ)

Rua Ipoá, 40 – Inamar

Tel.: 0800 7710 963

 

Ir para o conteúdo